segunda-feira, 27 de julho de 2009

No veneno.


Ele adora me odiar, não me dá trela não. Se desespera e depois come na minha mão. Se faz de santo, mas é só pra me afrontar. Insano, quer causar meu fim. Se chego, ele se derrete, se perde pra mim. Entre quatro paredes nosso caos exala perdição. E perde a linha e a compostura, só falta o juízo, me usa e abusa. Se tua respiração te acusa, a química fluiu, é hora de se entregar e se aventurar... Já que me provocou, agora aguenta até o fim, só pra me descontrolar. E ele me enfeitiçou, eu posso te roubar pra mim, não vai querer se enganar. E no veneno eu quero te encontrar Vou entrar na tua mente, até te provar que já não vai viver sem mim. Pois com você, eu vou até o fim.

1 Comment:

  1. leleeje said...
    adoro essa música :) lindo blog

Post a Comment